23 de junho de 2015

Três Feministas Esquecidas



Nisto do feminismo meets cinema existe muito mais para além do Mad Max. Existem personagens em filmes não muito valorizados que acabam por ser esquecidas ou nunca notadas pela maioria dos espectadores. 

Em 1993 temos um filme que muitas secas já deu em festividades familiares pré TV Cabo, fibra, boxes etc... Dennis, o Pimentinha repete e repete e apenas há pouco tempo vi uns minutos na TV com mais atenção. Temos ali uma feminista na Margaret, a amiga de Dennis. Embora com umas tiradas mastigadas, até para a época, mandona e refilona ela sabe que pode ser e fazer o que quiser, ela sabe que não é menos que os rapazes com quem brinca, simplesmente é diferente!

The To Do List está tão mal cotado no IMDB que nem consigo acreditar. Cheio de mensagens hiper feministas, com, não só uma protagonista, como todo um núcleo de mulheres maravilhosas, foi feito em 2013 para retratar a vida de uma adolescente nos 90's. Brandy quer sair da sua zona de conforto, testar os limites antes de ir para a Faculdade, mesmo que isso seja feito com o uso de uma metódica lista! Quase todas as personagens parecem muito liberais, criando um ambiente completamente propício ao empowerment de Brandy. Mais não conto para não spoilar!

Muito se fala do queridinho do momento, Miles Teller. Mas em Two Night Stand vemos algo diferente na sua parceira de cena, Analeight Tipton, que desempenha uma miúda que decide arriscar nas aplicações de dates e esquecer o seu lado mais conservador. Megan, tal como Brandy, quer sair do quadrado em que vive, soltar-se. O tema de one night stand é abordado sem a objectivação sexual do costume e, excluindo os clichés impossíveis de não incluir numa rom-com, o filme é retratado de forma bastante actual. Hoje as mulheres solteiras enfrentam dificuldades a vários níveis, desde como conhecer alguém interessante, à forma como os outros nos encaram e às nossas decisões, à preocupação constante que contempla o parceiro ou possível parceiro: o que ele vai pensar, como vai reagir, como lhe posso agradar...

Sem comentários:

Enviar um comentário